Que saudade daquele tempo que não volta mais.

   Todos que nasceram nos anos 80 e início de 90, de certeza que têm uma lembrança boa quando se fala em televisão. Eu sei! você lembrou agora de algo que assistia.

   Éramos basicamente doutrinados pela TV, não existia Internet nem tenta informação fácil como nos dias de hoje, as vezes me pergunto como os jovens/adultos que nasceram já com acesso à Internet imaginam como seria a vida deles ao viver apenas com a Televisão como única forma de entretenimento. Já fiz essa pergunta a Jovem e ele me disse que a nossa vida deveria ser muito chata e monótona.
      É de contra partida nós achamos que a nossa infância foi muito melhor que a deles e que vivíamos mais felizes, o que nos colocam no papel de tiozão paia. É muito estranho para nos imaginarmos que pessoas que nasceram já nos anos 2000, já são maiores de idade e que alguns já tem filhos. Tenho certeza que para qualquer pessoa é muito triste perceber que está velho e que está ficando ultrapassado. Será se o jovem hoje em dia já vê a TV como uma coisa ultrapassada?

   Mas voltando a falar da nossa infância maravilhosa, cada um com a sua. Para a grande maioria das pessoas dessa época, uma das coisas mais legais do dia era a parte da manhã. Sentar-se em frente da TV e ver desenhos, grandes desenhos que faziam uma discussão em comum nas escolas e nas ruas entre os Jovens. Desenhos como Dragon Ball, Tom & Jerry, Pica Pau dentre outros que a maioria esmagadora das pessoas com certeza assistiram. Poucos desses desenhos conseguiam fazer toda a família assistir juntos. Me diz uma avó que gostava de Dragon Ball, Ha Ha!

   Os desenhos com temas leves e um humor mais familiar agradavam a todos e algo interessante que acontecia era que na maioria desses desenhos, eles se repetiam muito. Durante um mês inteiro haviam episódios que passaram umas quatro vezes e nós assistamos na mesma, mesmo sabendo o que iriam acontecer. Um desses desenhos era o Pica Pau 'Woody Woodpecker'  que praticamente todas as famílias brasileiras já assistiu. Dentre várias reprises, a episódios memoráveis que entraram para a cultura como referências populares.  Como a bruxinha falando "E lá vamos nós" o homem caindo dentro de um barril numa cachoeira e várias pessoas com capuzes amarelos o reverenciando com as mãos para cima. Lembrou?

   E a pouco tempo eu ouvi uma expressão numa roda de churrasco que me fez fazer essa reflexão e escrever esse texto, pois não é a primeira vez que eu a escuto. Um colega meu estava contando histórias de um trabalho que ele teve e falando de uma certa pessoa, um rapaz. E ele contava como o rapaz era meio atrapalhado no trabalho e tal. Até que certo dia esse rapaz foi lhe dado um cargo de responsabilidade maior, onde ele teria que exercer várias funções ao mesmo tempo. Além dele ficar super desorientado aparece o chefe deles para supervisionar como o rapaz estava lhe dando com aquelas tarefas. E no meio da história esse meu amigo disse: "Quando o chefe apareceu, ele ficou urso do pica pau." e na hora, todo mundo imaginou e entendeu como o rapaz estava. Daí eu pensei sozinho, caramba! Olha o que um desenho conseguiu fazer. Marcar não só uma geração, mas virar uma expressão de desespero na gíria.

pica GIF
 
 Você já ouviu alguém falar isso? é engraçado perceber que isso é uma coisa tão nossa, tão brasileira que só nós entendemos a referência e que se tornou atemporal, pois quem contou essa história era uma jovem que já nasceu nos anos 2000 e não é muito fã de TV. Achei incrível ver como uma criação de algo se torna uma coisa bem maior e foge do conceito base, que era ser apenas um desenho divertido.